Imigração Alemã > Pesquisa > Famílias imigrantes > Adam Altenhofen

familias-imigrantes



Adam Altenhofen

Segundo registro de Carlos Henrique Hunsche & Maria Astolfi, em O Quatriênio 1827 - 1830 da Imigração e Colonização Alemã no Rio Grande do Sul, em sua página 405: Altenhofen (ou Altebhofer), Adão, família composta de seis membros, número 845/850 (1827 VII 385/390). Altenhofen, Frederico, composto por um membro, número 991 (1827 VII 531). Cruzaram o Atlânticco no veleiro "Epaminondas", que partiu de Amsterda em 07 de julho de 1827 e chegaram ao Rio de Janeiro em 28 de setembro de 1827, de onde viajaram para o Sul no Bergantim "Conceição Imperador", Aviso de 24 de outubro de 1827 (família de número 20), sendo registrada como chegada a Sao Leopoldo em 16 de dezembro de 1827. Adão Altenhofen ou Altenhofer, era de confissão católica com seu filhos, nascido em Weiler, perto de Bingen, na Renânia Palatinado, morto pelos bugres em 26 de fevereiro de 1829 (Hillebrand), casado com Elisabete Dori ou Tore, evangélica (Wolf), pais de cinco filhos: Frederico, Joao, Baltasar, Elisabete e Margarida.