Imigração Alemã > Pesquisa > Famílias imigrantes > Johann Martin Bruxel (*1794 Oberdiebach bei Bacharach +1879)

familias-imigrantes



Johann Martin Bruxel (*1794 Oberdiebach bei Bacharach +1879)

Segundo Carlos Henrique Hunsche e Maria Astolfi, em O Quadriênio 1827 - 1830 da Imigração e Colonização Alemã no Rio Grande do Sul, registra em sua páginas 537: Martinho Bruxel, número 641/644 (1827 VII 181/184). Família natural da Renânia Palatinado (Hunsrück). Cruzou o Atlântico possivelmente no veleiro "Fliegender Adler", que partiu de Bremen nos primeiros dias do ano de 1827, ignorando-se a data em que chegou ao Rio de Janeiro, ou no "Epanimondas", que partiu de Amsterdã em 07 de junho de 1827 e chegando em 28 de setembro de 1827. Do Rio de Janeiro, os Bruxel partiram para o Sul em 12 de novembro de 1827 no costeiro "Conceição Imperador" (família número 24), que chegou a Porto Alegre um mês mais tarde, sendo registrados em São Leopoldo em 16 de dezembro de 1827. Estabeleceram-se em Dois Irmãos. João "Martinho" Bruxel, evangélico, nascido no dia 10 de outubro de 1794, em Oberdiebach, sobre o Reno, Hessen do Reno, Renânia Palatinado; faleceu na dia 14 de outubro de 1879, em Arroio do Meio, sepultado no cemitério católico de São Caetano (Cassel), filho de Nikolaus Bruxel e Maria Elisabeth Kriebel (Wolf casou-se em primeiras núpcias no dia 09 de maio de 1813, com Otília Lay, filha de Johann Adam Lay e Sibille Hölz, falecida no ano de 1829, em Dois Irmãos; se casou em segundas núpcias no dia 15 de junho de 1829, com Margarida Becker, católica, nascida no dia 16 de março de 1810, em Seitsweiler, St. Wendel, Sarre, na época Principado de Lichtenberg, falecida no dia 14 de outubro de 1884, em Arroio do Meio, sepultada no cemitério católico de São Caetano (Cassel), filha do genearca imigrante Jacó Becker. Pais de oito filhos, sendo dois do primeiro matrimônio; os outros seis, do segundo casamento, nascidos em Dois Irmãos.